728 x 90

7 polêmicas dos bastidores de “O Sétimo Guardião” movimentam mais que a trama

Por mais que existam aqueles que afirmam que o enredo de “O Sétimo Guardião” esteja parado, nós podemos te garantir que, pelo menos nos bastidores da novelas, as coisas andam BEM agitadas!

Desde a estreia da trama, alguns acontecimentos envolvendo os atores e até mesmo o escritor chamaram a atenção do público.

Listamos aqui sete polêmicas dos bastidores de “O Sétimo Guardião” para você ficar por dentro:

Aguinaldo Silva X Ex-aluno de roteiro

Antes mesmo de a novela ser lançada no horário nobre da TV Globo, um processo judicial já corria nos bastidores. Isso porque um ex-aluno de Aguinaldo Silva, Silvio Cerceau, o acusou de ter roubado a ideia da novela!

Em 2015, o escritor ministrou uma aula de roteiro e escrita para uma turma de 26 alunos. Juntos, eles desenvolveram uma sinopse de uma trama, com os personagens e um primeiro capítulo.

Foi prometido a eles que, posteriormente, o material desenvolvido poderia ser vendido para a Rede Globo. No entanto, o que eles não esperavam era que seus nomes não fossem creditados na trama.

Revoltado, Cerceau demonstrou constantemente seu descontentamento com o ocorrido e entrou com um processo para reivindicar a coautoria de “O Sétimo Guardião”.

Também processado por Aguinaldo por quebra de sigilo, Silvio conseguiu finalmente ser creditado na trama, que apareceu como “Sinopse desenvolvida pelo autor Aguinaldo Silva com a colaboração dos alunos da Master Class”.

No início deste ano, Aguinaldo Silva ainda conseguiu uma liminar que proibiria o ex-aluno de postar nas redes sociais qualquer coisa sobre a novela ou sobre ele.

Atores X Produção

Laura arma contra Gabriel em

Aparentemente o início da novela foi bem conturbado! Logo nas primeiras semanas de gravação e na estreia do primeiro capítulo, houve desentendimentos entre os atores e a produção.

Durante as gravações, algumas pessoas do elenco de “O Sétimo Guardião” começaram a pedir folgas constantemente para poderem cumprir campanhas publicitárias, de acordo com o colunista Leo Dias.

Além disso, segundo a colunista Patrícia Kogut, os cortes excessivos que ocorreram no capítulo inicial da trama deixaram os atores irritados ao se depararem com personagens secundários mais tempo em cena do que deveriam.

O ocorrido fez com que o diretor da novela se desculpasse com todos, afirmando que foi necessário para que a história pudesse se adequar ao tempo estipulado sem comprometer o enredo.

Ele ainda declarou que situações como esta nunca mais iriam ocorrer.

Aguinaldo X Globo

7 polêmicas dos bastidores de

Aguinaldo Silva é muito conhecido por suas declarações polêmicas e suas frases sem papas na língua – principalmente no Twitter. Na fases inicial da novela, quando o elenco estava sendo escalado, o autor de “O Sétimo” demonstrou seu desejo de convocar para a trama José Mayer.

No entanto, no início de 2017, o ator foi denunciado pela figurinista Su Tonani por assédio sexual e ficou na geladeira da emissora desde então.

Discordando da decisão da emissora, Aguinaldo se manifestou muitas vezes a favor de Mayer, ainda com a esperança de que ele pudesse integrar o elenco da novela.

Porém, a TV Globo não permitiu que José Mayer atuasse em “O Sétimo Guardião” e, por fim, em 2018, demitiu o ator após 35 anos na emissora.

O ocorrido deixou o autor revoltado, que se manifestou pelas redes sociais.

Aguinaldo Silva X Globo – parte 2

7 polêmicas dos bastidores de

Mas esta não foi a única vez que Aguinaldo Silva tentou provocar a Globo. Decidido que queria que Nazaré Tadesco ressurgisse na atual trama, o autor foi boicotado por Renata Sorrah, que pediu que ele deixasse a personagem quieta no passado.

No entanto, Silva não se deu por satisfeito e pensou em outra maneira de ter Renata em seu elenco. O autor, então, designou para ela o papel da transexual Marcos Paulo – papel hoje de Nany People.

Com muitas manifestações contra a escolha de Sorrah para o papel, a Globo acabou vetando a atriz da novela para não gerar ainda mais polêmicas.

Insatisfeito, Aguinaldo não perdeu a chance de ironizar a decisão da emissora e, além de uma publicação afrontosa fazendo uma comparação com Charlize Theron, na cena em que Marcos Paulo finalmente chegaria ao Brasil, o autor implementou uma indireta ao veto de Renata Sorrah.

Na cena, Olavo (Tony Ramos) se chocaria ao ver a aparência do químico e reclamaria para Valentina (Lília Cabral) que ela mandou trazer uma “versão falsificada da mulher dos memes da internet”. A vilã não entende do que o empresário está falando, “A raposa felpuda… Nazaré!”, explicaria Olavo, com uma citação a outra novela.

Porém, a cena não agradou a emissora, que cortou todas as citações à personagem de Renata Sorrah.

Marina Ruy Barbosa X Lilia Cabral

7 polêmicas dos bastidores de

Até na hora das gravações, o tempo fechou entre alguns atores! De acordo com o jornal Extra, Lilia Cabral teria se irritado com a falta de compromisso de Marina. Isso porque quase todo o elenco foi escalado para uma longa gravação à noite, que seria a cena de inauguração do Restaurante do Tobias (Roberto Berindelli).

No entanto, como Flávia Alessandra precisava ir embora antes da meia noite, alguns atores se disponibilizaram a chegar mais cedo para antecipar a gravação. Marina, no entanto, havia avisado a produção de antemão que não poderia chegar antes e cumpriria o horário previsto inicialmente.

Ao ver a ruiva chegando mais tarde do que os outros atores, Lília Cabral teria perdido a paciência e criticado a atriz. “Você está pensando que é quem? Você é muito nova para achar que pode fazer isso. Garota mimada!”, teria dito a intérprete de Valentina.

Após a publicação da matéria, Marina Ruy Barbosa se defendeu e explicou que não houve briga ou desentendimento com ninguém do elenco, já que não teve atraso, uma vez que ela chegou no horário combinado com a produção.

Bruno Gagliasso X “O Sétimo Guardião”

7 polêmicas dos bastidores de

Aparentemente nem todos os atores estão concordando com o rumo que a novela está tomando. Após a cena do castigo de Eurico (Dan Stulbach) ir ao ar, muitos telespectadores criticaram a forma como eles colocaram a homossexualidade como algo ruim.

Na cena, o personagem de Bruno Gagliasso oferece duas alternativas para o prefeito da cidade após ele ter traído a irmandade: ou virar um gato ou sentir desejos sexuais apenas por homens.

Fonte: MSN

Comentarios

os comentaio sao de sua problia responsabilidade *

Novidades

TOP 10 Musicas

  • banner lateral 2