728 x 90

‘A Dona do Pedaço’: Maria surra Jô ao descobrir golpe; Ju Paes entrega reação

A tão aguardada surra de Maria da Paz (Juliana Paes) na filha, Josiane (Agatha Moreira), na novela “A Dona do Pedaço” passa a ir ao ar no capítulo deste sábado (3). Prestes a ser vítima de um golpe da vilã, a boleira avança na garota quando é confrontada pela jovem ao revelar que já sabe que ela ganhou comissão de Stephanie (Daniela Galli) sobre os objetos comprados por ela. Quem desmascara a amante de Régis (Reynaldo Gianecchini) é Márcio (Anderson Di Rizzi), que irá suspeitar ao ver Jô carregada de sacolas de grifes sem ter liberado dinheiro para a patricinha.

Agatha entregou detalhe de bastidor: ‘Tapa falso’

O gerente confirma suas suspeitas em conversa com Kim (Monica Iozzi) e abre o jogo para a empresária. Cínica, Jô faz pouco caso ao confirmar que a mãe diz a verdade. Por sua vez, a boleira, que em breve vai descobrir a relação da filha com seu marido, faz mea-culpa, diz ter a mimado demais e, por fim, parte para cima da garota. No bastidor da sequência dirigida por Amora Mautner, a intérprete da assassina de Jardel (Duio Botta) conta que ela, Juliana e a diretora optaram por simularem os tapas. “Eu perguntei para a Juliana o que seria melhor: se ela preferia bater de verdade ou não. Ela falou que não. Eu nunca tinha feito cena assim, de apanhar muito. Já tinha levado tapa, mas, quando fiz, foi de verdade, porém com cuidado. Descobri que o tapa falso, para o vídeo, funciona melhor que o tapa de verdade. Quem me ensinou isso no dia foram Amora e Juliana”, relatou Agatha.

Agatha acredita que público vai ter pena de Jô: ‘Triste!’

Para a atriz, embora o público quer ver Jô apanhando da mãe, no dia do exibição das cenas o telespectador pode acabar ficando com pena da garota, que por pouco também não leva uma surra do pai. “A cena é muito forte e mexe com a gente. É muito feio uma filha fazer o que a Josiane faz com a mãe e provocá-la até chegar a esse ponto. Quando terminou continuamos a chorar por mais meia hora. E pode acontecer com as pessoas a mesma coisa que aconteceu comigo: você estar esperando muito esse momento, achar que Josiane merece muito estar ali e, na hora que você vê de fato, se dá conta de que é muito triste. Você se compadece com a situação porque é chocante – uma mãe bater assim numa filha. Eu acho que isso pode acontecer com o público também, mesmo torcendo para ela apanhar. É triste e forte!, disse.

‘Não conseguia parar de chorar’, afirma Juliana

A protagonista da trama das nove reforça o sentimento que Agatha teve. “Eu estava supernervosa. Fico mais nervosa nessas sequências do que em cenas de emoção, porque é um lugar do ator onde precisam ficar muitas informações: racionais e passionais. Quando você tem que falar muito e, ao mesmo tempo, usar técnica para não machucar o seu colega, não bater com força, e precisa estar com a emoção afiada. Essas sequências são um grande desafio, mas no final estava superemotiva. Não consegui parar de chorar. Foi uma cena catártica”, apontou. Emocionada, Juliana concluiu: “Acho que por toda a expectativa do público, toda a trajetória da personagem também, de amor e devoção por essa filha. Levei um tempo pra me recuperar dessa”. Os tapas da mãe podem indicar o início da decadência de Jô, que verá a polícia chegar a provas que a incriminam aos assassinatos.

Fonte: PurePeople

Comentarios

os comentaio sao de sua problia responsabilidade *

Novidades

TOP 10 Musicas

  • banner lateral 2
  • Farmacia preço baixo