Adriana Calcanhotto lança álbum com músicas inéditas feitas e gravadas em isolamento social

0
10

♪ Ao encerrar a turnê do show Margem (2019 / 2020) em apresentação que entrou pela madrugada de 9 de fevereiro, Adriana Calcanhotto tinha como meta voltar para Portugal, mais precisamente para Coimbra, onde desde 2015 a artista leciona Letras como professora convidada em universidade dessa cidade lusitana.

O plano de Calcanhotto foi por água abaixo com a pandemia do covid-19, que atingiu primeiramente a Europa antes de chegar com força ao Brasil.

Confinada em casa desde 12 de março na cidade do Rio de Janeiro (RJ), Calcanhotto acabou compondo série de canções que acabaram formando o inédito repertório autoral de , o imprevisto 13º álbum da discografia da cantora (descontados os três álbuns e desdobramentos assinados com o heterônimo infantil Adriana Partimpim).

Com capa que expõe arte de Mike Knecht em foto de Murilo Alvesso, autor da identidade visual do disco, o álbum  chega ao mercado fonográfico em 29 de maio com nove músicas de Calcanhotto, compostas, produzidas, gravadas e mixadas de 27 de março a 8 de maio. Entre elas, há a composição O que temos.

A produção musical do álbum  foi feita por Arthur Nogueira de Belém (PA), cidade onde o artista paraense está em isolamento social.

O disco  chega ao mundo quase um ano após o último álbum de estúdio de Adriana Calcanhotto, Margem, lançado em 7 de junho.

Fonte: G1.Globo

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here