Coronavirus: Pressão dos comércios em Rondônia força o governo em mudar o decreto

Agora chama atenção o quanto é importante a sociedade civil organizada, principalmente as associações comerciais.

0
334
foto:diariopopularro.com.br

O governo se reuniu com representantes do chamado “setor produtivo de Rondônia” nesta quarta-feira e decidiu publicar decreto nas próximas horas, “flexibilizado o retorno ao trabalho e aos poucos começa a reverter essa sensação de pânico causado pelo confinamento”. O governo se reuniu com representantes do chamado “setor produtivo de Rondônia” nesta quarta-feira e decidiu publicar decreto nas próximas horas, “flexibilizado o retorno ao trabalho e aos poucos começa a reverter essa sensação de pânico causado pelo confinamento”.
O documento deverá se sobrepor a qualquer decreto municipal, de forma que os prefeitos deverão cumprir a orientação estadual, pois a ideia do Governo do Estado é voltar a rotina normal, mesmo que com algumas limitações pontuais por um período. Espaços com aglomerações maiores, como shoppings, escolas, deverão ter alguma restrição a voltarem a funcionar neste primeiro momento, mas que será analisado a sequência na semana seguinte. O que o Diariopolarro Divulgou em suas ultimas notícias: 

Mas as ultimas informações, que pelo com pronunciamento do presidente Bolsonaro, ele desqualifica a medida do governo de Rondônia e de outras cidades entre elas Ariquemes. Bolsonaro afirmou que as autoridades devem evitar medidas

Como proibição de transportes, o fechamento de comércio e o

Confinamento em massa. “Nossa vida tem que continuar.  

Abrir os nossos comércios e voltar a vida normal é a melhor medida a ser tomada.

Mas aguardamos que o governo do estado de Rondônia ouça as palavras do presidente e venha a revogar o decreto.

Nosso comercios de Cujubim Precisa recomeçar, somos o coração desta cidade, diz presidente da ACIC, A associação comercial e industrial de Cujubim. 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here