Corpo de Bombeiros de Rondônia orienta uso seguro de fogos de artifícios durante as festas

0
0

Rojões, bateria, morteiro, serpente voadora, entre outros tipos, são os fogos de artifício mais vendidos durante o período de festas do fim de ano. Com o Natal e Ano Novo se aproximando, o Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia (CBM RO) faz algumas recomendações para uso seguro dos fogos.

Como uma atração sempre tão aguardada pelas pessoas, o momento do show pirotécnico deve ser preparado com maior atenção desde o momento da compra do produto. O consumidor pode confiar no estabelecimento que conta com certificação do CBM e autorização do Exército Brasileiro. “Ele pode solicitar essa documentação. O ponto crucial para verificar o produto, é se possui certificação dos órgãos fiscalizatórios do Estado, como exemplo o Inmetro. Nunca comprar de ambulantes ou locais que você não conhece, pois pode ser um produto artesanal, que gera um risco muito grande aos que irão manusear”, explicou o capitão bombeiro, Mário Vergotti.

Como o comércio oferece diversos fogos de artifícios, o consumidor deve se atentar quanto à classificação: crianças, adolescentes, adultos e profissionais. O lojista tem como obrigação informar para que tipo de público o produto é direcionado. Outro passo importante é fazer a leitura do rótulo da embalagem, que orienta sobre o uso adequado do produto.

O Corpo de Bombeiros atua com a divulgação nas mídias sociais e imprensa, e no trabalho preventivo através da Diretoria de Atividades Técnicas em todo o Estado de Rondônia, com fiscalização nos comércios de fogos de artifícios. Esse é um trabalho contínuo, que no período festivo é intensificado nesses estabelecimentos.

MAIS ALGUMAS DICAS IMPORTANTES:

*Nunca utilizar fogos de artifício se a pessoa estiver alcoolizada.

*Não direcionar os fogos para o público.

*Sempre utilizar em ambientes abertos, longe de fiações e telhados.

*Sempre utilizar os rojões de forma que a mão fique distante o suficiente do ponto onde há explosão.

*Ao estocar fogos em casa, deixe-os em um local seco e longe de fogões e outros explosivos.

ACIDENTES

Alguns acidentes são muito comuns por decorrência da utilização inadequada dos fogos, ocasionando em dilaceração dos dedos e das mãos, perda auditiva, cegueira, além de queimadura.

A gerente de uma casa de fogos em Porto Velho pontuou o uso da base, já enviada pelo fabricante, de forma a contribuir com a segurança.

“Hoje, a pessoa só solta os fogos na mão por imprudência, porque todos vêm com base do fabricante e orientações a respeito. Falo para o cliente sobre o uso com a base, para evitar soltar com a mão, porque o estouro é mais forte”, disse Suziana Silva.

Em casos de acidentes leves ou mais graves, com explosões ou risco ambiental, o Corpo de Bombeiros e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) – 192 – devem ser acionados. Para denúncias, o consumidor pode ligar para o Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), no 193.

Fonte: RondoniaAgora

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here