728 x 90

“Dona”: Téo afirma no tribunal que Josiane é uma assassina fria

O julgamento de Josiane (Agatha Moreira) está fervendo! O próximo a ser chamado para falar é Téo (Rainer Cadete), que relata o início da relação com a ré.

“Era um namoro, meio adolescente, mas eu acreditava que com o tempo seria diferente. Depois, descobri que ela me usou como namorado de fachada. Quando aconteceu o escândalo, a Maria da Paz descobriu e deu o tiro, eu vi que tinha sido usado.”

O promotor quer saber por que ele se reaproximou de Jô, e Téo confessa que seu coração já estava pulando forte:

“Eu queria me vingar por ter sido usado. Mas eu fiquei preso na armadilha da vingança. Já era apaixonado por ela, amava, encontrei motivos dentro de mim para acreditar que ela mudou e iniciamos um relacionamento.”

Ele confessa que eles falavam em casamento, até que a foto de Jô matando Jardel (Duio Botta) foi parar em suas mãos. O fotógrafo fala que deu uma chance para a então namorada, por acreditar que ela estava apaixonada por ele. Por isso, os dois foram ao motel para comemorar tamanha felicidade. Mas foi lá que tudo aconteceu.

“Quando a gente se beijou, quando íamos fazer amor, ela me atacou com um picador de gelo, me picou inteiro. Acreditou que eu estava morto e estaria, se ela não tivesse acreditado nisso. Ela me atacou quando eu declarei amor. A Jô é uma assassina fria. A Jô mata quem está no caminho dela. A Jô tentou me matar!”

Fonte: Famosidades

Comentarios

os comentaio sao de sua problia responsabilidade *

Novidades

TOP 10 Musicas

  • banner lateral 2