Homem é eliminado de concurso por levar arma para local de prova em Vilhena, RO

0
0

Um homem foi desclassificado do concurso público da Prefeitura de Vilhena (RO), no último domingo (15) por levar uma arma de fogo para o local de provas.

O candidato fazia o concurso para o cargo de advogado. Quando estava terminando de preencher o gabarito, uma fiscal se aproximou e perguntou se ele estava armado. Ele disse que sim e se identificou como policial.

Então o coordenador local foi chamado e pediu que ele se retirasse da sala, resultando na eliminação automática do candidato.

Após ser desclassificado o homem procurou a Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) de Vilhena para registrar um boletim de ocorrência. O policial afirma que na escola onde fazia a prova não havia local adequado para guardar a arma.

Concurso não será suspenso

Segundo a prefeitura de Vilhena, o concurso não corre risco de ficar paralisado já que o item 8.19 do edital do certame proíbe o porte de armas no local de provas.

Mais de 16 mil pessoas se inscreveram para disputar 106 vagas no concurso. Os salários chegam a R$ 6 mil.

Segundo o Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Executivo (Ibade), responsável pela organização da prova, os cargos com maior número de candidatos foram: auxiliar administrativo, com 1.729 inscritos, professor nível 3 (pedagogia), com 1.672, e agente administrativo, com 1.139.

O resultado do concurso, está previsto para o dia 20 de fevereiro de 2020.

Fonte: G1.Globo

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here