Inmet dispara alerta para perigo de chuvas intensas em RO; entenda

0
11

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) disparou um alerta de perigo para chuvas intensas em Rondônia, Centro-Oeste, parte de Tocantins e do Sudeste do Brasil. De cor laranja, a previsão é de que o aviso se estenda até as 13h da próxima sexta-feira (28), caso o quadro meteorológico não mude.

De acordo com a meteorologista Maiane Araújo, o estado de alerta de cor laranja envolve as oscilações do nível dos rios por Rondônia. Nesta quinta-feira (27), por exemplo, as águas do rio Madeira, em Porto Velho, atingiram a marca dos 15,55 metros e o rio se mantém na cota de alerta.

“É normal para esta época do ano, conhecida como inverno amazônico. O laranja significa que volume de chuvas pode variar entre 50 a 100 milímetros”, explicou Maiane.

O instituto não conseguiu verificar quantos milímetros de chuva já caíram em Porto Velho este mês por problemas técnicos, mas estima que a média seja de 316 milímetros. O aviso do Inmet cita ainda que há risco de ventos intensos (entre 60 a 100 km/h), de corte de energia elétrica, de queda de galhos de árvores, além de alagamentos e de descargas elétricas.

O Inmet também reforça que a população:

  • Em caso de rajadas de vento, não se abrigue debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda;
  • Se possível, desligue aparelhos elétricos e quadro geral de energia;
  • Obtenha mais informações junto à Defesa Civil (199) e ao Corpo de Bombeiros (193).

Chuvas

Porto Velho amanheceu nesta quinta sob forte chuva, fazendo com que internautas comentassem sobre a ocorrência de possíveis alagamentos em alguns pontos da cidade em redes sociais.

Em 19 de fevereiro, um temporal que atingiu a cidade deixou todos os bairros em estado de atenção. Várias avenidas e ruas foram alagadas e carros ficaram ilhados. A avenida Rio Madeira ficou completamente inundada pela água e uma moto ficou submersa pela metade.

Internautas também relatam dificuldade para trafegar na avenida Jorge Teixeira, também inundada. Em três horas choveu mais de 44 milímetros em Porto Velho naquele dia, segundo monitoramento online da Rede Hidrometeorológica Nacional.

De acordo com a previsão do tempo do Inmet, a sexta-feira em Rondônia deve ser nublada a encoberta com pancadas de chuvas e trovoadas principalmente no norte e sudeste do estado. A temperatura mínima deve ser de 22ºC e a máxima em alguns municípios de 32ºC.

No sábado (29) e no domingo (1º), os termômetros no estado devem oscilar entre 22ºC e 31ºC.

Rio Madeira

O rio Madeira atingiu a cota de alerta [de 15 metros] no dia 12 de fevereiro. A cota de inundação do rio é de 17 metros, mas o Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) acredita que, em 2020, a água não deve ultrapassar os 16,50 metros.

Segundo a Defesa Civil, 17 metros é a cota de transbordamento para uma eventual cheia na capital. Quando registrou a cheia histórica, em 2014, o nível do rio Madeira passou dos 19 metros. Milhares de pessoas foram retiradas de casa.

Outro ápice do nível do rio foi em 9 de abril de 2007, quando o Madeira chegou a 17,52 metros. Na época, a enchente invadiu bairros, distritos e afetou cerca de 1,6 mil famílias somente em Porto Velho.

Fonte: G1.Globo

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here