728 x 90

Integrantes do grupo Pussy Riot são expulsas de avião por embriaguez

Duas integrantes do grupo anti-Kremlin Pussy Riot, Maria Aliokhina e Kyril Masheka, foram expulsas de um avião no aeroporto de Barcelona pela polícia espanhola após um incidente, segundo a Guarda Civil.

Maria Aliokhina, 30, teria sido retirada da aeronave com a amiga por causa do estado de embriaguez da dupla. Relatórios locais, segundo Daily Mail, apontam que eles deixaram o avião voluntariamente após serem formalmente identificadas.

Elas embarcariam para um show que aconteceria nesta quinta (14) em Milão. Por estarem bêbadas, eles não puderam embarcar, mas não foram detidas. Segundo o jornal britânico, elas foram informadas que poderiam embarcar em outro voo.

Inicialmente, o jornal El Mundo havia afirmado que a dupla tinha sido presa após um incidente no avião. Ainda, segundo a publicação, a aeronave estava taxiando e teria retornado ao portão de embarque para que elas descessem.

O jornal Daily Mail afirmou que entrou em contato com a Guarda Civil e a Agência Espanhola de Segurança e Proteção Aeronáutica, mas não obteve retorno até a publicação da reportagem.

Conhecido mais por suas ações de protestos do que por sua produção musical, o Pussy Riot já teve vários problemas com a Justiça russa.

Em 2012, o grupo ganhou fama quando suas integrantes foram presas por fazerem um protesto contra o presidente russo, Vladimir Putin, em uma catedral ortodoxa de Moscou. Desde então o grupo se tornou símbolo de ações de protesto anti-Kremlin.

Em 2018, o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos condenou a Rússia por este caso, argumentando tratamento degradante durante o julgamento e violação da liberdade de expressão. Com informações da Folhapress.

Fonte:Notícias ao Minuto

Comentarios

os comentaio sao de sua problia responsabilidade *

Novidades

TOP 10 Musicas

  • banner lateral 2
  • Farmacia preço baixo