728 x 90

Licomedio Pereira enquadra políticos e cobra solução urgente para cobranças abusivas da Energisa

O Apresentador Licomedio Pereira entrevistou nesta sexta (25), em seu Programa Ji-Paraná Ao Vivo pela Rádio Planalto, o Senador da República Marcos Rogério.

 

Na manhã desta sexta (25) o apresentador Licomedio Pereira recebeu o Senador da República Marcos Rogério. Logo na primeira pergunta questionou o senador sobre o que considera ser crime contra a população de Rondônia que, segundo o jornalista, vem sofrendo constantes abusos praticados pela empresa Energisa.

Ainda em sua primeira pergunta Licomedio frisou que o povo de Rondônia tem sentido o sabor amargo todos os meses quando recebe a conta de energia, pelos altos valores sem explicação e o desrespeito da empresa com os consumidores.

Ao responder a indagação o Senador Marcos Rogério disse concordar com as palavras do apresentador e foi além. “Você tem razão e o consumir também, revoltado e com razão. A empresa assumiu o Estado de Rondônia e aumentou a conta de luz, e não só aumentou a conta de luz com base em uma decisão da ANEEL, aumentou o consumo também, e hoje tem um trabalho sendo feito na Assembléia Legislativa que é um CPI e tem uma ação sendo feita na Comissão que eu presido do Senado Federal que é a Comissão de Infra Estrutura. Eu inicie uma diligência da Comissão com a participação da ANEEL e hoje tem técnicos da Agência de Energia andando o Estado de Rondônia, aferindo relógios, ouvindo consumidores, colhendo informações e nós vamos ter em breve o resultado desse trabalho todo, aqui em Rondônia. Aquilo que foi identificado de erros da empresa, de crimes da empresa, a punição é muito grande é muito severa e a empresa já sabe disso.” Esclareceu o Senador.

 

Marcos Rogério ressaltou ainda que a empresa recentemente solicitou um novo aumento nas tarifas para a ANEEL, mas que foi impedido devido a interferência da Bancada Federal e da Assembléia Legislativa.

“Eu fui para dentro da Agência de Energia, usei a tribuna, defendi a tese da ilegalidade do novo aumento e houve unanimidade. Todos os diretores da ANEEL votaram para rejeitar o pedido de aumento. Então, eles já tem uma situação de desagrado da população e queriam um novo aumento. Agora o que nós estamos fazendo é trabalhado para essas coisas. Reduzir a tarifa que tem hoje, por que eu acho que ela é abusiva e a questão não é o aumento que a Agência autorizou, a questão é que hoje o consumidor paga muito mais do que isso.” Disse ele.

O senador ainda lembrou que há inúmeras reclamações com relação aos relógios e disse que é preciso que a empresa respeite o consumidor. Licomedio ainda lembrou ao senador que muitas empresas estão tendo que demitir funcionários para se manterem abertas devido o aumento astronômico no valor das contas, e ressaltou também que o serviço prestado não é dos melhores, destacando as contantes quedas de energia e os prejuízos que causam, e questionou o senador se não há a possibilidade de rever o contrato com a empresa.

“A questão Licomedio não é de rever o contrato, porque isso teria que vir uma outra empresa. O problema vai continuar e os relógios também. O que temos que fazer é com que a empresa respeite o contrato. Por isso eu trouxe a Agência de Energia porque ela é quem aplica multas. Eu não posso aplicar pela comissão, mas a ANEEL aplica multas e pesadíssimas. A empresa deve para o Estado hoje mais de um Bi de dividas. Deve para o Estado e oferece uma energia de qualidade ruim e cobra caro demais. O que a gente esta fazendo agora, tanto pela comissão quanto pela Assembléia, é que a empresa cumpra o contrato.” Disse o senador

Licomedio Pereira lembrou que todos os dias recebe incontáveis reclamações da comunidade e que tem colocado o programa e a rádio de portas abertas para a população que busca pelos seus direitos, e afirmou que vai continuar cobrando até que o problema seja resolvido.

 

 

 

Roberto Oliveira

Comentarios

os comentaio sao de sua problia responsabilidade *

Novidades

TOP 10 Musicas

  • banner lateral 2
  • Farmacia preço baixo