MULHER QUE ESTÁ PROCESSANDO GUSTTAVO LIMA TENTOU CONTATO AMIGÁVEL: ‘FEZ POUCO CASO’

0
3

Gusttavo Lima lançou ‘Bloqueado‘ e a canção tem feito muito sucesso, atingindo a marca de mais de 40 milhões de visualizações no YouTube em pouco tempo de lançamento. Entretanto, como nem tudo são flores, o Embaixador está sendo processado por conta desta música.

Uma mulher, que também é dona do número citado na música, não aguenta mais receber trotes e ser importunada por desconhecidos. Apesar de ‘Bloqueado’ não ser uma composição de Gusttavo Lima, o processo foi direcionado a ele.

9912-5003olha eu recaindo outra vez. Lembrei que tô bloqueado, é muita raiva misturada com tristeza”, diz o trecho da canção.

Como a canção não cita um DDD, diversos brasileiros podem ser donos do mesmo número. Um outro proprietário, por exemplo, chamou a atenção após reverter a situação: ele transformou a linha em um centro de recepção de doações para causas sociais.

DONA DO NÚMERO DESABAFA

A vendedora do interior do Mato Grosso do Sul diz que recebeu milhares de mensagens e muitas, muitas mesmo, ligações” desde o lançamento da música. Desde então, a vida de Alessandra mudou: Minha vida virou um infernonão tenho paz“, desabafou ela em entrevista ao portal ‘G1’.

Segundo a vendedora, este número é utilizado por ela para o trabalho e não pode ser mudado. São mais de 300 ligações e 2 mil mensagens por dia. Eu não posso trocar de número, trabalho como vendedora e meu número é meu meio de trabalho, tenho este número há muito tempo”, disse a vendedora.

“Começaram a me mandar mensagem com trecho da música. Agora que explodiu a música, a situação ficou completamente desconfortável“, explicou Alessandra sobre o motivo que a levou a processar o Embaixador. De acordo com ela, ligam até de madrugada. “É um constrangimento enorme, as pessoas não respeitam.

A vendedora contou que chegou a entrar em contato com a produção de Gusttavo Lima, mas não recebeu o suporte que esperava.

A produção fez pouco caso, como não teve efeito, entrei com a ação, não é justo. Eu liguei na produção a primeira vez e disseram para eu trocar de chip. Porque ele não comprou um chip com um número para música?”, questionou ela.

Ele que colocasse o número dele. As pessoas começaram a ser mais agressivas, pediam para eu desbloquear o Gusttavo Lima, começaram a me xingar de oportunista e entrei com ação”, declarou Alessandra ao ‘G1’.

Veja capturas de tela de como fica a caixa de entrada da vendedora, cheia de mensagens:

ASSISTA AO VÍDEO OFICIAL DE ‘BLOQUEADO’, DE GUSTTAVO LIMA:

Nessa situação, Gusttavo Lima não divulga o DDD, apenas um número de celular. Logo, várias pessoas que têm esse número e vivem em áreas de diferentes DDDs teriam direito de receber a indenização exigida.

“O entendimento do Poder Judiciário pode ser que quem está fazendo ligação é um terceiro e que deveria ser responsabilizado. Até porque esse terceiro pode eventualmente ser localizado, todas as ligações telefônicas ficam registradas”, explicou o advogado Camilo Onoda Caldas, em entrevista ao jornal ‘Correio Braziliense’.

“Então, se a pessoa recebe uma ligação de importunação pode descobrir quem é o autor e, eventualmente, procurá-lo e responsabilizá-lo, declarou o advogado, mesmo ressaltando que em alguns casos é complicado identificar a pessoa que ligou.

Ela não vai conseguir impedir uma conduta, conseguirá a reparação, até por conta disso que se pede que o número seja alterado na letra da música”, afirma o advogado a respeito do primeiro processo que uma das donas do número abriu contra Gusttavo Lima.

Fonte: Revista.Cifras

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here