728 x 90

Oito pessoas são detidas durante Operação Verde Brasil em RO, diz Exército

Oito pessoas foram detidas durante a primeira semana da Operação Verde Brasil em Rondônia. A informação foi divulgada pelo Exército neste domingo (1º). Aproximadamente 208 agentes de órgãos ambientais trabalham diretamente nas ações de campo.

Conforme a 17ª Brigada de Infantaria de Selva, entre os crimes cometidos estão extração ilegal de madeira, queima ilegal de terrenos e porte ilegal de arma. Todas as prisões aconteceram em Rondônia.

Entre as apreensões divulgadas pelo Exército constam: cinco motocicletas, 41 m³ de madeira, um caminhão, uma motosserra, uma espingarda e quatro cartuchos não deflagrados. A estimativa é que R$ 994.775,00 em multas foram aplicados.

Bases de operações

Em Rondônia duas bases de operações foram estabelecidas. Uma na última quarta-feira (28), pelo 6º Batalhão de Infantaria de Selva (6º BIS), que tem como área de atuação principal as Terras Indígenas Karipuna, Uru-Eu-Wau-Wau e o parque Estadual de Guajará-Mirim (RO). Mais de 90 homens e mulheres de órgãos ambientais atuam na área.

A outra base foi instalada no sábado (24), e conta com 81 agentes, 23 veículos e cinco aeronaves. O território de atuação não foi divulgado.

Mesmo com as ações de combate às queimadas um sobrevoo feito pela reportagem do G1, na última quinta-feira (29), flagrou várias áreas desmatadas recentemente e pelo menos 15 incêndios ativos no sul do Amazonas. Dados atualizados sobre a quantidade de queimadas na região ainda não foram divulgados pelo Exército.

Combate por ar

Para tentar combater as queimadas em Rondônia, Acre e no sul do Amazonas, o Exército usou mais de 260 mil litros de água durante a primeira semana da Operação Verde Brasil.

Até o momento foram feitos 18 lançamentos com aeronave modelo Hércules C-130, que de acordo com a Força Aérea Brasileira (FAB), pode carregar até 12 mil litros de água.

Com os aviões modelo airtractor, que comportam 2 mil litros, foram feitos 22 lançamentos nesta semana. Nesse período o abastecimento das aeronaves aconteceu no aeroporto de Porto Velho. A água é cedida pela Companhia de Águas e Esgotos do Estado de Rondônia (Caerd) e de uma represa de Porto Velho.

O Exército também divulgou que a Operação Verde Brasil conta com 11 aeronaves, sendo cinco helicópteros, uma C-130, quatro aviões do tipo airtractor e um caravan.

Esses aviões atuam na área que está sob responsabilidade da 17ª Brigada de Infantaria de Selva, que abrange os estados de Rondônia, Acre e uma porção do sul do Amazonas, mais precisamente a Terra Indígena Tenharim Marmelos e a Unidade de Conservação (UC) Campos Amazônicos.

Fonte: G1.Globo

Comentarios

os comentaio sao de sua problia responsabilidade *

Novidades

TOP 10 Musicas

  • banner lateral 2
  • Farmacia preço baixo