Paulinho, vocalista do Roupa Nova, morre aos 68 anos

0
30

Paulinho, vocalista do Roupa Nova desde a formação da banda, morreu na noite desta segunda-feira (14). O cantor estava com o vírus da COVID-19 e sofreu falência múltipla dos órgãos. Paulo César dos Santos estava com 68 anos e tinha outras comorbidades que tornaram difíceis a sua recuperação.

Em setembro, o cantor havia feito um transplante de medula óssea devido a um linfoma, e estava respondendo bem ao tratamento. No mês passado ele foi internado com o novo coronavírus.

Paulinho estava no grupo desde 1980, ou até antes, já que ele fez parte da última formação dos Famks – grupo que desde 1968 fazia o circuito de bailes no Rio de Janeiro, gravou vários discos de covers (com o nome “Os Motokas”) e também álbuns de material original. Com a chegada dos anos 80, eles decidiram mudar de nome e apostar em uma nova proposta artística, dando início a um dos grupos mais bem sucedidos do pop brasileiro.

Paulinho, que também tocava percussão, era uma peça fundamental em uma banda marcada pela excelência técnica, onde todos tocam e cantam em alto nível. Ele costumava dividir os vocais principais com o baterista Serginho Herval e gravou canções que estão eternamente marcadas em várias gerações de brasileiros – “Canção de Verão” (1981), “Clarear” (1982), “Sensual” (1983), “Linda demais” (1985) e, claro, “Whisky a Go-Go”, provavelmente a mais emblemática delas, foram apenas algumas que marcaram época.

O grupo seguia fazendo shows e lives, mesmo sem a presença do cantor. Veja abaixo o concerto que eles fizeram no dia 10 de julho no Espaço Hall no Rio de Janeiro, um dos últimos que contaram com Paulinho:

Fonte: Vagalume

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here