728 x 90

Prefeito diz que “cada um deve carregar sua cruz”, sobre possíveis irregularidades cometidas por servidores

 

O Ministério Público (MP), em Presidente Médici (RO), há 400 Km de Porto Velho, está investigando possíveis irregularidades, que podem ter sido cometidas por dois servidores, sendo um municipal e outro do estado e, por isso, pediu cópias e depois mandou a Polícia Judiciária buscar originais relacionados a contratação desses servidores, na prefeitura.

 

O prefeito deu uma declaração bastante forte sobre o assunto, numa emissora de rádio do município. Conforme Edilson Alencar (PSDB), prefeito da cidade, os servidores em questão, apresentaram documentos que podem estar em desconformidade com a lei. “O que o MP pediu e nós enviamos, foi a documentação de uma servidora que presta serviço no distrito do Novo Riachuelo”, disse Edilson.

De acordo com o administrador, também foi mencionada a situação de um servidor estadual que teria assinado folha de ponto, enquanto estaria de licença. “Eu não fundamento meu mandato como prefeito em ilegalidades. Edilson Alencar não vai apoiar o que está errado. Quem praticou ilegalidades que carregue sua própria cruz, eu é que não vou carregar cruz que não é minha”, declarou o prefeito.

O Ministério Público do município não deu declarações sobre o caso. Até o momento o que se pode apurar, junto da prefeitura, durante entrevista do prefeito a Plan 92,7 Mhz, no Programa Vale Tudo, que é apresentado pelo radialista Nelson Salim Salles, é que pode ter havido adulteração de documentos e sendo constatada a fraude, os servidores envolvidos, responderão diretamente a justiça.

Ouça a parte em que o prefeito declara o que de fato está acontecendo. Clique para Ouvir:

Comentarios

os comentaio sao de sua problia responsabilidade *

Novidades

TOP 10 Musicas

  • banner lateral 2
  • Farmacia preço baixo